segunda-feira, 12 de junho de 2017

Olá depressão Olá ansiedade

E Cá estou, mais uma vez cheguei pra te fazer companhia. Na verdade eu sempre estive aqui, quietinha, adormecida, esperando o primeiro sinal pra me manifestar. Você luta, luta mas eu sempre estou aqui, sou parte de você!

Essa aí é a minha companheira, sim a depressão, mas uma vez ela veio me fazer uma visita, mas apesar de tudo ainda estou forte... quase forte!

Quantas e quantas pessoas hoje não são assombradas por esse mal?

Eu já tive e continuo tendo!

Já havia um tempo em que estava muito agressiva, me sentindo cansada, desanimada, nada muito alarmador, a não ser pelo fato de que me conheço e sei como se manisfestam os primeiro sinais em mim, pra mim os sintomas físicos são o que mais pesam, cansaço, vontade de não levantar da cama, dores no corpo, dores na cabeça, dores e dores, muitas dores, as vezes nem sei onde mas sinto.

Por isso resolvi procurar novamente o psiquiatra, e ele me mandou pra terapia, confesso que odiava o fato de ter que falar da minha vida com um desconhecido, aquelas coisas que guardamos tão bem guardados dentro da gente que nem a gente lembra, como se tivesse trancado e perdido a chave. E não é que eles a encontram!!!

Mas dessa vez me enganei, na primeira sessão fui muito dissimulada, rsrsrs, sim eu tentei dizer que estava tudo bem e que eu era a pessoa mais feliz do mundo, esse negócio de ser feliz e infeliz é muito complicado, porque eu não me acho infeliz, eu não tenho motivos pra isso, tenho uma vida maravilhosa, uma família linda, um bom emprego, uma vida confortável, seria até injusto dizer que sou infeliz, então digo que sou uma pessoa feliz mas que tem o interior triste... Louca, será que isso é possível?

Não sei, mas te digo que eu não sou infeliz, mas sou uma pessoa triste. Essa tristeza é uma coisa que impregna na alma, que parece que não consegue se separar da gente, é igual quando misturamos café com leite, depois de misturado fica impossível separa-los...

fiz minhas sessões de terapia, falei tudo o que sentia, todas as angústias, todas minhas tristezas... falei e falei... E me senti bem, uma pessoa ali te ouvindo, e só com o olhar parece que te entende... Não te julga, não te questiona, só te ouve, e te ouve e te ouve... Foi muito confortador... Ai saiu o laudo, depois de várias conversas e testes... Vou colocar aqui exatamente o que estava escrito: NATÁLIA APRESENTA CARACTERÍSTICAS DE DEPRESSÃO EM NÍVEL MODERADO E PARA ANSIEDADE APRESENTOU UM QUADRO SEVERO.

Ansiedade desgramada que não me deixa nem dormir. Bom, com o laudo em mãos lá foi eu no psiquiatra, e sim vou tomar remédio, mas dessa vez não é o sertralina ou fluoxetina, vou ser apresentada a um novo antidepressivo, citalopram... mais um pra minha coleção. Pra dormir um calmantinho básico o clonazepam... Acho que agora eu durmo!

Expor isso não é fácil, ser depressiva te dá a impressão de fraqueza, muitos acham até que é loucura... Mas me acho tão normal... só surto de vez em quando... hahaa

Juro que vou tentar sorrir pra conseguir mais uma vez sair dessa.

E EU MAIS UMA VEZ VOU CONSEGUIR!!!

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Estou grávida!!!

E eis que quando estava realmente levando a sério esse negócio de emagrecer eis que uma grande surpresa surge em nossas vidas: Estou grávida!
Sim, e aí está mais uma prova de que Deus quem comanda nossas vidas, Ele sabe todas as coisas. Estou muito feliz, impossível descrever o tamanho de nossa alegria. Queríamos muito outro filho, mas como estamos construindo nossa casa o plano era esperar o segundo semestre de 2016. Mas... O babynho se adiantou e mandou avisar que está chegando. Uhulll, seja bem vindo meu anjo...
Na primeira gravidez foi tudo muito conturbado, mas agora quero que seja diferente, quero aproveitar cada momento.
Gabriel recebeu a notícia muito bem, mas confesso que tenho um certo receio de quando começarem os paparicos ao babynho, presente dos avós, sempre acostumado a ter todos os paparicos...
Agora é dar um gás na casa e tentar mudar antes do baby nascer.
E esse blog criado há alguns anos para relatar as novidades da primeira gravidez agora se prepara para contar tudo sobre a segunda gravidez...


Agora aquele amor que estava dividido em 3 corações, se multiplicou ♥

Foi assim que eu descobri que AGORA SOMOS 4 







quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Não consigo fazer dieta

Essa semana comecei a minha luta contra a balança, tô fazendo 40 minutos de exercícios aeróbicos por dia e tentando diminuir o que eu como. Na verdade eu queria fazer uma dieta, todas as pessoas que eu converso que emagreceram bastante dizem que fizeram uma dieta muito balanceada e restrita a frutas, verduras  e muito pouco carboidratos, mas definitivamente eu nunca consigo fazer isso eu adoro comer eu amo doces. Eu amo muito carboidrato pães, massas, o máximo que eu consigo fazer é diminuir. Diminuir quantidade de doce, evitar frituras, evitar refrigerantes, passo a comer mais frutas, me alimento de 3 em 3 hs... Bebo bastante líquido... Mas será que isso é suficiente pra eu consegui emagrecer?

Definitivamente eu não consigo deixar de comer o que eu gosto, por isso resolvi pesquisar na internet alguma coisa sobre isso e acabei achando essa matéria bem interessante e vou trazer aqui no blog pra vocês.
Espero que dê certo pra mim e que eu consigo emagrecer.

Por: http://www.regime.blog.br/saude-e-bem-estar/182-quero-emagrecer-mas-nao-consigo-fazer-dieta-duvidas-clic-aqui

Você já se sentiu assim? Você quer uma coisa, mas não consegue querer fazer o que precisa ser feito para atingi-la?

É muito comum ver isso nas dietas. Você quer emagrecer, mas quando a dieta começa a apertar você não quer fazê-la mais, daí cai dentro do sorvete de chocolate, só para oficializar sua indisposição de continuar na dieta.

Para ser sincera com você, desisti dessa escravidão! Agora eu digo gostaria de emagrecer um pouquinho sim, mas não quero parar de comer por isso! Você pode até emagrecer um pouco assim, afinal, é só diminuir o que te engorda e exercitar mais. É confiar em si mesma, ter determinação e atitude, mas atitudes corretas!

Veja algumas atitudes que não funcionam quando você decide emagrecer:
Todo mundo já ouviu isso alguma vez na vida. Irritada com o excesso de peso, a pessoa diz: “Só tem um jeito: fechar a boca”. A decisão é drástica e movida pelo desespero emocional, pensando que quanto menos comer, mais rápido vai emagrecer. Mas a lógica do corpo humano não é essa. Veja as consequências de ficar sem comer na tentativa de emagrecer:

Quando você faz jejum:
- Diminui o ritmo do metabolismo
- Fica com as funções mais lentas
- Fica com as funções do intestino prejudicadas
- Corre o risco de sofrer carência de vitaminas e minerais

E ainda há o risco de engordar porque depois do jejum a fome fica extrema.
- Ninguém aguenta passar fome muito tempo.
- O organismo, que aprendeu a viver com pouquíssimas calorias, vai armazenar tudo o que vier a mais e estocar esse excesso em forma de gordura.
- O corpo exige compensação após um período de longa privação e vai aproveitar tudo o que faltou até então para repor suas perdas,o que significa que você vai engordar.

banner-animado-anel
Se para emagrecer você cortar de uma vez por todas tudo aquilo que você adora comer, vai entrar numa guerra psicológica contra você mesma! A sua mente vai se dividir em 2 partes: uma pensa 'preciso emagrecer e por isso não vou comer nada que engorda ; enquanto a outra pensa 'não aguento mais ficar sem comer o que eu gosto'.

E aí vai depender qual dos dois pensamentos vai vencer. Nossa experiência mostra que na maioria das vezes vence o segundo. Sua mente desiste porque sentirá falta da sensação agradável de comer alguma coisa de que gosta.

Sendo assim, se você seguir uma dieta não privativa, ou seja, que lhe permite comer, em pequenas porções, coisas de que você gosta, as probabilidades de emagrecer são muito maiores. Além disso, mesmo quando a primeira opção consegue prevalecer e a pessoa consegue passar a dieta inteira sem comer coisas 'proibidas', a probabilidade é que, ao final da dieta, ela volte a comer tudo o que antes foi proibido, e em quantidades muito maiores.

Resultado? O nosso velho conhecido efeito sanfona.

   

sábado, 7 de novembro de 2015

Foco, força e fé...

Quando eu era adolescente, desde meus 14 anos meu sonho era fazer faculdade de direito e ser juíza criminal . Quando chegou a época de prestar vestibular vi o quanto seria difícil realizar esse sonho. Então tive que adiar esse sonho (quem sabe um dia). Hoje faltando menos de três meses para eu completar 29 anos enfim estou terminando a minha tão sonhada faculdade, não é de direito como eu imaginava, estou me formando em bacharel em ciências contábeis uma profissão que eu aprendi a amar.
Estou muito feliz por isso, só Deus sabe as dificuldades que tive que enfrentar para chegar até aqui, tenho certeza que o dia da minha colação de grau vou chorar bastante. As festividades da minha formatura vão acontecer em março e abril de 2016 e até lá quero está maravilhosa. Vou começar  amanhã segunda-feira a fazer uma caminhada, quero perder pelo menos 5 quilos, quero ficar linda no vestido que eu escolhi. Dizem que quando a gente tem foco a gente consegue chegar aonde quer, eu nunca consegui emagrecer confesso que o meu fraco é comer, eu amo comida, adoro comer, mas visando ficar linda no meu vestido de formatura eu vou tentar. Além disto em consulta com o psicólogo ele me disse que seria importante começar a desenvolver uma atividade que prendesse minha atenção, acho que fazer exercício vai ser uma boa coisa pra minha cabeça. Estou bastante animada! Tomara que quando chegar a época das festas eu ainda esteja nesse pique e com alguns quilos a menos.
Tô deixando aqui pra vocês o modelo do meu vestido. E aí o que acharam?
Então a partir de amanhã Foco Força e Fé que eu vou entrar no meu vestido!!!

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Missão: Ser boa mãe

Aquele momento em que você vê que está cumprindo sua missão...

Quando eu fiquei grávida a primeira coisa que pensei foi: "Meu Deus, será que eu consigo? Será que consigo ser uma boa mãe?"

Sim eu consigo... eu estou conseguindo, e é tudo tão natural que quando a gente vê conseguimos... Parece que é um instinto que já vem instalado de fábrica.

Vai aí algumas fotinhas do meu pequeno que  a cada dia só cresce!!!







quarta-feira, 10 de julho de 2013

Quase um ano sem postar...

Dia 31 agora iria completar um ano sem postar, poxa quanto tempo, confesso que talvez seja a falta de tempo e um pouco de paciência.
Minha vida anda bem corrida viu, e muitas coisas aconteceram também, Gabriel fez dois anos e fizemos uma mega festa pra ele, ele entrou na escolinha, eu engordei uns 10 quilos....
Vou tentar atualizar tudo aqui, nesse momento estou de férias da faculdade e do trabalho, e no meu primeiro dia de férias Gabrielzinho ficou doente, então estou cuidando dele, infecção de ouvido, ele sempre costuma ter isso e direto entra no antibiótico, mas também é só isso que ele tem na maioria das vezes, apesar de tudo ele é um tourinho, e não posso reclamar muito.
Confesso que ando bem estressada, cansada e muito sem paciência com tudo, as vezes acho que carrego o mundo nas costas.. trabalho fora, estudo música e faço Faculdade de Ciências Contábeis, cuido da casa, marido e filho, acho que deve ser normal chegar a ficar um pouco saturada com tudo né... Sei lá, já aconteceu com algumas de vcs? Preciso arrumar uma maneira pra ficar mais calma.
Tudo isso começou quando reprovei no exame prático pra tirar carteira de motorista, eu ando de ônibus com o Gabriel, e os ônibus da cidade são horríveis e lotados,  preciso tirar essa carta logo, mas creio que na verdade fiquei assim mais pelo ego mesmo, por ter sido reprovada, odeio não conseguir as coisas, mas terei a chance novamente quinta feira que vem, espero que consiga se não eu piro.
Vou ficando por aqui, bjus a todas!

terça-feira, 31 de julho de 2012

De volta...


Nossa, há quanto tempo não visitava esse mundinho aqui meninas... Muitas saudades.
É... Em pensar que quando nossos pequenos ainda eram bebezinhos trocávamos experiências aqui. Agora Gabriel já está com 1 ano e 3 meses, mega esperto e confesso que já peguei o rumo das coisas... A vida acaba ensinando a gente a cuidar dos nossos filhotes com o tempo neh, é aquele conhecido instinto maternal. Gabriel já está andando e quebrando toda a casa, ta com aquele gás total.
Bom, esse Mundinho Particular aqui vai virar um pouquinho também do meu Mundinho, minhas novas experiências, to fazendo tanta coisa. To muito feliz nesse momento, acho que me ocupar está me ajudando muito... Quero dar uma fuçada em cada blog que me acompanhou por todo esse tempo pra me inteirar das novidades... Saudades de vocês!!!

Bjus a todas!!!

terça-feira, 5 de junho de 2012

Coisas de bebê...

Gabriel está na fase de fazer aquelas coisinhas engraçadinhas que fazem a gente morrer de rir. Dia desses meu marido estava arrumando o banho dele. Deixou a piscininhas dele enchendo no banheiro e foi pro quarto preparar o resto das coisas, eu estava na cozinha fazendo janta, Gabriel estava no corredor engatinhando. Depois de alguns segundo, gente segundos... Olha o resultado...


Sim... ele resolveu antecipar e entrou com roupa e tudo!!!

O que eu posso fazer? Só rir neh?

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Partes de um coração

Sabe porque soframos tando quando temos que dizer adeus a pessoas que amamos? Porque cada pessoa que gostamos, amamos, seja da família, amigos ou relacionamentos amorosos leva um pedaço de nosso coração. Quando se vão, seja da forma que for, fica um vazio. Ele diminui com o tempo, quando perdemos ou recusam um pedaço, a vida logo nos dá outro bem maior.
Quando seu coração fica boa parte completa, surge a felicidade. Quando se dá um sorriso, é porque algum pedaço voltou ou ganhou um novo. Quando uma lágrima escorre em nosso rosto, nela está refletida a dor. A dor que vem, por aquele pedaço no qual tanto acreditamos nunca perder, se perdeu em algum lugar.
Nascemos com nossos corações completos, mas com o passar do tempo distribuimos cada pedacinho dele, e morremos com ele todo despedaçado. Pois cada um leva a sua parte.
É assim a mais pura realidade, não vivemos para manter ele completo, na vida lutamos  e sonhamos para conquistar cada pedaço, as vezes até choramos por aquele pedaço não estar ali, naquele lugar tão especial...

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Definitivamente não dá pra agradar a todos.

Com o tempo aprendi que não adianta querer agradar a todos, pois sempre vai ter alguém pra te criticar, sempre terá alguém pra te magoar, chega momentos na vida em que a gente tem que ignorar os acontecimentos porque se não acabaremos ficando loucos com tanta hipocrisia. Sempre terá aquela pessoa pra te julgar errado, pra te dizer que é invejoso, maldoso, mentiroso...
Acho que NUNCA ninguém ficará totalmente satisfeito com o que você faz, sempre existirá um individuo medíocre que se achará melhor e fará de tudo para te ver por baixo.
Eu já aprendi tanta coisa nessa vida. Perdoar é difícil, mas não impossível e que assim estaremos nos vingando da forma mais doce. Amar verdadeiramente o próximo é uma tarefa difícil, mas não impossível. Tentar ser o que você não é, só pra agradar os outros, não leva a lugar nenhum, afinal de contas não dá pra agradar a todos né, devemos ser autênticos, independente se agrada ou não. Tudo na vida se supera, nada que acontece com a gente é em vão. Muitas pessoas me julgam, as vezes sem mesmo me conhecer, mas eu sei das minhas qualidades e também sei dos meus defeitos, sou uma pessoa que tenta melhorar sempre, mesmo que as vezes não consiga, é melhor errar tentando não errar.
Pelo menos de uma coisa eu tenho certeza sempre, quem me ama verdadeiramente, seja como amiga, como pessoa, sempre estará ao meu lado, sempre verá minhas qualidadeS e me ajudará nos meu defeitos, porque comigo é 8 ou 80 mesmo, quem gosta gosta, quem não gosta, SINTO MUITO!!!

sábado, 26 de maio de 2012

PROGRESSIVA EM CASA

Gente eu ando num aperto, meu salário aumentou mas parece que as contas tbm... Bom, tava louca pra fazer alguma coisa pra deixar meu cabelo um pouco melhor, ele anda tão feinho, antes eu tinha tempo pra cuidar dos cabelos agora... Então fui em uma perfumaria e resolvi tentar algum tratamento pra baixar um pouco a "crina", e não é que achei. Foi tão legal que resolvi compartilhar com vcs, já que também são mamães e não tem muito tempo. Confesso que eu fiquei com muito medo de fazer e ficar careca, sei lá, mas deu tudo certo e meu cabelo ficou ÓTIMO, macio, menos quebradiço e com muito mais vida, é demorado mas vale a pena. O tratamento dura mais ou menos umas 3 horas, no meu cabelo que é longo. O produto chama LISO ESCOVA PROGRESSIVE SYSTEM  da marca SALON LINE, custou R$ 32,00 reais.
Eu comprei o produto na terça feira e arrisquei a fazer na quarta a noite, você tem que seguir os seguinte passos:
1º) Você deve lavar o cabelo com o shampoo anti-residuo que vem na caixa duas vezes, bem lavadinho.
2º) Depois seque o cabelo 100% com o secador.
3º) Em seguida você separa o cabelo e com ajuda de um pincel de cabelo separe mechas pequenas e passe o gloss redutor de volume da raiz as pontas e deixe agir por 20 minutos, não deixe ultrapassar esse tempo.
4º) Depois que passou os 20 minutos segue o cabelo com secador com auxilio de uma escova pra alisar.
5º) Depois faça a chapinha com mechas finas umas 9 vezes, essa parte é muito importante.
6º)Espere 20 minutos pro cabelo esfriar. Em seguida lave os cabelos pra retirar o produto.
7º) Com auxilio do pincel passe a máscara reconstrutora e deixa agir por 5 minutos.
8º) Lave o cabelo novamente, deixe secar sozinho ou com a ajuda de um secador e em seguida passe o óleo de Argan.


O resultado é ótimo.

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Mulher 25 horas...

Antes de ter filho eu vivia dizendo que não havia tempo pra nada, mal sabia eu que depois que temos filho praticamente temos que fazer milagre pra tentar fazer tudo em um dia que só tem 24 horas. Essa semana fiquei um pouco triste porque tenho pouco tempo pra ficar com meu filho. Saio as sete da manhã pra trabalhar e quando chego é mais de cinco e meia da tarde. Tem a faculdade, a aula de música que voltei a fazer (voltei a estudar órgão, inclusive comprei um órgão rosa que vai chegar mês que vem, mas isso é motivo pra outro post), meu marido tem mais tempo do que eu, o serviço dele é escala, horários mais flexíveis... Ele leva na creche e busca também. Ele é um mega pai, as vezes parece que ele é a mãe e eu sou o pai. Se bem que hoje em dia não existe mais essa de que mãe é quem cuida do filho, hoje os maridos são bastantes participativos. Mas a faculdade é um sonho muito antigo, e tenho me esforçado bastante pra ir bem, acho que estou conseguindo, estudo muito pra conseguir ir bem, a menor nota que consegui foi 8,9, faço tudo isso porque quero dar pro meu filho mais do que eu tive. Não posso reclamar porque minha mãe fez o possivel pra criar eu e meu irmão, mas eu quero poder pagar uma escola particular pro meu filho, uma faculdade... Enfim, quero o melhor pra ele. 
É pouco o tempo que tenho pra ficar com meu filho, mas ainda sim temos um laço muito forte, sinto que nosso amor é grande demais. Vejo isso no olhar dele.
Posso dizer que sou uma mulher que faz milagre, cuido da casa, trabalho fora, estudo, tenho filho e marido... Faço o possível pra ser o melhor, espero que esteja fazendo a coisa certa...


Bjus a todas!!!

terça-feira, 15 de maio de 2012

A primeira Bronquite...

Ontem levei o Gabriel ao médico, ele estava com muito catarro e bastante irritado. O diagnostico foi bronquite. O médico passou uma série de remédios e inalações, disse que se não cuidar direitinho pode virar pneumonia. Estou bastante preocupada, pois ajudei a minha mãe a cuidar do meu irmão caçula e ele teve bastante isso, e sinceramente não é fácil. Eu e meu marido estamos em conflito em algumas coisas da educação do Gabriel, ele muitas das vezes não ouve os outros e faz o que acha certo, mesmo que eu fale que aquilo não está correto. Temos que entrar num consenso, pois quando o Gabriel for maior não podemos divergir a respeito da educação dele. Vocês passaram por isso?
No meio desse tumulto teve uma notícia boa, a minha psiquiatra diminuiu a dose do meu remédio da depressão, agora em vez de dois comprimidos de fluoxetina tomo somente um. Estou melhorando a cada dia. Graças a Deus.

segunda-feira, 14 de maio de 2012

A HORA DE DORMIR NA CAMINHA

Eu meu marido chegamos a cogitar a transição do Gabriel para a cama, embora ele seja um bebê grandão quando penso em passar ele pra cama ele parece tão pequenino... Bom, resolvi pesquisar sobre o fato e descobri que talvez esteja adiantando as coisas...Não há regra para trocar o berço por uma cama (seja de solteiro, seja uma caminha especial para crianças pequenas, a chamada cama júnior ou minicama). A maioria das crianças acaba fazendo essa transição em algum momento entre 1 ano e meio e 3 anos e meio. Se você não tem nenhum motivo para fazer a transição, pode esperar até seu filho ter perto de 3 anos. Às vezes, antes disso, a criança não está pronta e acaba estranhando. Em alguns casos, porém, a mudança é necessária: quando a criança não cabe mais no berço, ou é muito espoleta e resolve pular as grades, ou quando há irmãozinho a caminho. Outra coisa que a cama permite que a criança faça é ficar perambulando pela casa a noite sem que a gente veja. Acho que por enquanto vou deixar o Gabriel no berço mesmo. Vocês sabem que de vez em quando  saio do banheiro e o Gabriel está na piscininha dele, quando volto me deparo com ele todo peladinho andando por todo o banheiro... kkkkkkkkk, a casa fica exarcada. Muito hilário!!!
Agora virão muitas coisas novas, quando deixar as fraldas... Novas descobertas, novas novidades... Estou muito ansiosa por tudo que me espera!!! 

domingo, 13 de maio de 2012

2º dia das mães...

Meu Deus, esse já é o meu segundo dia das mães. e como eu estou feliz! Meu filho a cada dia fica mais lindo e mais esperto, já está quase andando. Essa semana fui em duas homenagens na creche, ganhei vários presentinhos... Acho que vou encapar uma caixa pra colocar todos os presentinhos do meu filho. 
Ehh mas mãe é um bicho bobo mesmo ne... Tudo que o filho faz mesmo que seja  coisa mais simples do mundo deixa agente toda orgulhosa. Como faz tempo que não posto foto do meu amor, vou colocar umas fotinhas aqui, e não vou esquecer de desejar feliz dias das mães pra todas... Bjus




terça-feira, 8 de maio de 2012

Adeus Sacha Maria...

Hoje depois de 14 anos, minha cachorrinha morreu. Parece que foi ontem quando ela chegou em casa ainda filhotinha. Ela estava toda amedrontada e entrava no vão da minha perna... E eu tinha apenas 11 anos.
Ela participou de uma grande parte da minha vida, me viu entrar na adolescência, me viu chorar pelo primeiro namorado, foi confidente, amiga leal, mesmo quando a xingava... Ela viu eu me tornando mulher, conheceu meu filho, em pensar que quando ela chegou era apenas uma criança e ainda brincava de boneca....
Chorei muito hoje, pois perdi com certeza a maior confidente da minha vida, aquela amiga verdadeira que me ouvia chorar, aguentava meu estresses... Enfim minha melhor amiga!!!


Adeus Sacha Maria, você vai fazer muita faltar e deixar muitas saudades... Te amo!!!


LUTO

domingo, 6 de maio de 2012

A volta por cima...

Agradeço a todas as minhas amigas que me encheram de força e conselhos, o que estou contando aqui foram coisas que já aconteceram. Resolvi postar toda essa história porque assim como o blog foi criado para contar sobre os meus problemas sobre a gravidez, a depressão faz parte de toda essa história, pois acredito que tudo isso seja uma depressão pós parto.
Meninas, hoje vou pra parte final dessa história, (assim espero), depois que tudo aquilo aconteceu, eu fiquei com uma vergonha muito grande. Numa terça feira, quando estava me aprontando pra faculdade, minha mãe chegou lá em casa dizendo que iria faltar aula pra ir pra igreja, e como já estava com muita vontade de ir embarquei na dela, já tava arrumada mesmo, deixei os cadernos e fui pra igreja.
Tenho que dizer que foi a melhor coisa que fiz, pois depois do culto pedi uma oração, e a partir daquele dia melhorei muito. Estou mais animada, mais feliz, muito mais disposta.
Foi muito bonito, porque naquela noite Deus enviou uma palavra que dizia assim:
"Havia uma mulher que andava torta a mais de 18 anos, mas ela não estava assim por causa de algum problema de saúde, mas sim porque o inimigo estava montada em cima dela, fazendo com que ela ficasse arcada, disse que naquela noite alguém havia entrado ali naquele mesmo estado, e que Deus iria libertar alguém porque o inimigo não deveria ficar em cima de nós e sim abaixo de nossos pés."
A partir daquele dia melhorei muito, e firmei muito em Deus.
Hoje estou bem melhor, mas como disse no começo ainda estou fazendo tratamento com a psiquiatra e psicologa.
Tenho que confessar que o tratamento com a psicologa não me agrada muito, ela tira coisas de mim que nem eu mesmo tenho coragem de confessar pra mim... Pergunta demais sabe? Eu sei, é o trabalho dela, mas falar sobre a minha vida, principalmente coisas que eu  guardo muito bem guardado dentro de mim me incomoda.
Mas tudo bem, sei que isso é pro meu próprio bem.
Hoje estou muito feliz, e consigo dar valor em cada coisa boa que acontece na minha vida, no meu trabalho está tudo perfeito, consegui sair do lugar que me fazia mal e estou trabalhando num lugar muito gostoso, onde sou muito bem tratada e valorizada, com meu marido está tudo a mil maravilhas, meu filho com saúde... Que mais posso querer?

sábado, 5 de maio de 2012

Fundo do poço...


Num domingo no auge da loucura e da depressão profunda saí de casa com meu filho e meu marido pra ir a igreja. Lá dentro da igreja, na minha cabeça seguia os seguintes pensamentos: “aproveita que não tem ninguém em casa e vai embora, se mata, vai ser melhor pra todo mundo”. A igreja ficava pertinho da minha casa, e num momento louco, juntei minhas coisas e fui embora, chegando em casa peguei todos os meus calmantes e comecei a tomar, um a um, até meu marido chegar atrás de mim e dar um tapa na minha mão. Ao todo eu tomei sete calmantes, estava no auge da loucura e chorava e gritava que queria morrer. Meu marido com meu filho nos braços me perguntava se eu não tinha dó do meu filho, e eu implorava pra ele deixar eu terminar o que tinha começado, pois seria melhor pra todo mundo.
Tudo que eu queria naquele momento com loucura era acabar com a minha vida, pra mim, naquele momento era a única solução.
Meu marido ligou pra minha mãe e me levaram pro Pronto socorro. Eu nem tinha mais noção de nada, só que colocaram alguma coisa na minha veia que até hoje não sei o que é. No Pronto Socorro, quando vi aquilo na minha veia eu mesma tirei a agulha, lembro que o sangue escorria pela minha mão e pelo cobertor. Minha mãe pedia pelo amor Deus pra eu ficar mais calma se não eles iriam me internar.
Eles deram mais duas injeções, nem sei pra que também, mas acho que era pra me derrubar, pra me deixar mais calma, nada me derrubava, até me dar loucura de ir embora, não queria ficar mais ali. O médico me liberou, fui pra casa, sentia muito frio e um sono fora do normal.
No outro dia, meu marido me levou pra ficar na casa da minha mãe, dormi o dia inteiro.
Quando cai em si, fiquei com muita vergonha do que tinha feito e prometi pra mim que nunca mais iria fazer isso.
Sinceramente quando a gente tem uma crise como essa que tive, é como se saísse do nosso corpo, como se a gente  não fosse mais a gente. É inexplicável. Impossível de explicar.
A depressão é uma doença muito triste que me arrastou pro fundo do poço. A partir daquele momento perdi toda a credibilidade como pessoa e principalmente como mãe. Meu marido não confiava mais meu filho a mim e de maneira nenhuma o deixava sozinho comigo, isso me entristecia muito, mas ele tinha razão, depois de tudo que tinha feito.
Dois dias depois do ocorrido fui a minha psiquiatra e disse tudo que eu tinha feito.
Ela me disse que eu não tinha um motivo especifico para ter depressão e muito menos de tentar me matar, e que meu caso era muito espiritual, que eu deveria sim, tomar os remédios e me pegar muito com Deus. Ela disse que minha vida estava maravilhosa que não tinha explicação pra tudo isso. Ela tirou o depakene de   500 mg e receitou dois remédios manipulados, também controlados, um pra tirar pensamentos suicidas e outro pro humor.
Aquele dia eu tive muita sorte, o calmante que tomei não era muito forte e não precisei nem fazer lavagem. E vocês devem estar pensando porque remédios? É pelo simples fato de ter medo da dor.

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Seguindo o tratamento...


E como disse no post anterior, comecei o tratamento. Minha médica disse que o tratamento é longo, no mínimo dois anos. Sinal de melhora não significava que teria que suspender o remédio.
No primeiro mês de tratamento continuava triste, parecia que pior. Além de todas as tristezas existentes ainda estava carregando na cabeça que era louca, por isso precisava de tratamento.
Pra entender a cabeça de uma pessoa depressiva, é mesmo muito difícil. A gente acha que o mundo todo está contra a gente, sem falar que cobramos todas as atenções possíveis.
Certa vez li que uma pessoa depressiva se torna egoísta, pois acha que tudo e todos tem que se importar com seu problema, como se ele estivesse acima de qualquer coisa.
Tenho que dizer que o apoio do meu marido foi essencial. Ele teve que agüentar cada coisa, mas sempre esteve ali do meu lado. (Amo você amor)
Como dizia andava mais depressiva ainda, as coisas no trabalho pioravam a cada dia, e aquilo me comia por dentro, eu sofria muito com tudo isso. Comecei a sentir pena de mim mesma, sentia que era um nada, que não servia pra nada, que só atrapalhava a vida das pessoas, foi ai que comecei a ter pensamentos suicidas. Muitas pessoas me perguntavam: Mas e seu filho? Gente pra mim ia ser melhor pra ele e pra todo mundo ficar livre de mim, é simplesmente isso que passa na cabeça de um depressivo, as piores coisas.
Pra ajudar comecei a ter crise de pânico, aquilo era terrível, sentia muito medo de alguma coisa que não sabia o que era. Quando me dava essas crises eu ficava desesperada, com medo de tudo, sei lá, acho que nem eu consigo explicar.
Foi quando chegou a data da próxima consulta.7
A médica me perguntou como estava, disse que me sentia pior, e que comecei a sentir muito medo das coisas, foi diagnosticado a crise do pânico e receitados mais dois remédios controlados, o rivotril e um calmante que não lembro o nome. Agora eu estava feita, 4 remédios controlados e eu piorando a cada dia. Nesse período fiquei sem condições nenhuma de cuidar do meu filho. Meu marido tomou conta de tudo, da casa, do meu filho. A noite ficava dopada com os remédios e não escutava meu filho chorando, quem acudia era meu marido, hã, logo eu, que quando ele dava um gemido já pulava da cama correndo pra ver o que era... Aquilo acabava comigo.
Mas levei o tratamento adiante, era o que podia fazer pro momento. Mas aqueles pensamentos suicidas rondavam a minha cabeça e ficavam mais fortes com o passar do tempo...

terça-feira, 1 de maio de 2012

E a depressão?

Oi meninas, como vocês sabem comecei uma luta acirrada contra a depressão. Foi muito difícil, não estou curada, sigo ainda com o tratamento, psiquiatra e sessões com psicologo. Sei que hoje muitas pessoas passam por isso, principalmente os jovens, então quero muito aproveitar esse Mundinho aqui para poder descrever e ajudar outras pessoas com essa doença que é tão triste.
Antes mesmo de ser diagnosticada com depressão, já andava muito tristonha pelos cantos e muito, mas muito nervosa, dizia pro meu marido que a culpa era dele, sempre tentava colocar a culpa de tudo que sentia nas pessoas. Mudava de humor constantemente e passava por um problema muito sério no trabalho, imagina tudo isso junto com um bebê, que depende totalmente de você pra tudo... Confesso que quase pirei.
De tanto meu marido falar, resolvi finalmente marcar a tal da psiquiatra pra ver se realmente estava doente. Não disse nada a ninguém, simplesmente marquei e no dia marcado fui.
Chegando lá, ela me fez muitas perguntas, minha idade, se era casada, quantos filhos tinha, quantos anos ele tinha, se na família alguém ja tinha tido depressão (Minha mãe e minha avó estavam terminando o tratamento de depressão com a mesma médica). Ela pediu pra eu descrever tudo que sentia, e enfim depois de inúmeras perguntas e várias escritas no papel o diagnóstico: Depressão e transtorno bipolar. 
Ela me receitou dois remédios, a Fluoxetina 20 mg pra começar e o Depakene de 500 mg, um pra depressão e outro pro transtorno bipolar. Por sorte, no mesmo dia consegui pegar os remédios no posto, eram muitos, e encheu a minha bolsa.
Naquele dia cheguei em casa e tirei todos os remédios de dentro da bolsa e coloquei no sofá, naquela hora vi o quanto estava no fundo do poço. Fiquei mais depressiva ainda... Comuniquei o diagnostico ao meu marido e comecei a tomar os remédios.
Nessa época sofri muito e chorava muito também, tinha vontade de sumir e até mesmo de morrer, não tinha animo pro trabalho, saia no meio do expediente e ia embora pra ficar só em casa, as vezes ia chorando no ônibus... Tudo por causa do trabalho.
Tudo na vida tem uma razão, e hoje consigo enxergar o porquê de tudo isso, tudo na vida não acontece sem a permissão de Deus, e nunca passamos por algo que não aguentamos. Hoje estou bem melhor mas muitas coisas aconteceram até aqui, quero contar tudo, cada detalhe, e acreditem, a depressão leva a gente a fazer as piores coisas, e cheguei mesmo no fundo do poço e cometi loucuras.
Por hoje quero deixar isso aqui, no próximo post continuo contando essa história.


Bjus a todas!!!

terça-feira, 24 de abril de 2012

Saudades, saudades...


OI MENINAAAASSSSSS

QUANTO TEMPO NEH. NOSSA MAS A VIDA ANDA CORRIDA DEMAIS, NEM TENHO TEMPO MAIS DE POSTAR SEMPRE. SABE QUE HOJE SOBROU UM TEMPINHO E RESOLVI DAR UM ALÔ, TÔ COM SAUDADES DESSE MUNDINHO AQUI. TENHO MUITAS COISAS PRA CONTAR, MUITAS COISAS ACONTECERAM NESSE  MÊS QUE ESTIVE LONGE. MAS VOU COMEÇAR FALANDO DO ANIVERSÁRIO DE 1 ANO DO GABRIEL, AMANHÃ ELE COMPLETA  1 ANO GENTE (E PARECE QUE FOI ONTEM), MAS FIZEMOS UMA FESTA PRA DELE NESSE SÁBADO QUE PASSOU. CUIDEI DE CADA DETALHE, FOI DELICIOSO. O TEMA FOI DA GALINHA PINTADINHA QUE É O QUE ELE ASSISTE DESDE OS 2 MESES, QUANDO AINDA ERA PITITITINHO. 
GENTE, EU MANDEI FAZER A VELA DO BOLO, FIZ OS ENFEITES DE MESA, ENFIM FOI TUDO MUITO BEM CUIDADO. 
AI VÃO ALGUMAS FOTOS. 
NO TRABALHO AQUELA CORRERIA, MAS ESTÁ SENDO ÓTIMO TER 
MUDADO DE SETOR, QUER DIZER, EU COSTUMO DIZER QUE AGORA EU FAÇO PARTE DE TODAS OS DEPARTAMENTOS DA FINANÇAS, JÁ QUE ESTOU TRABALHANDO NO GABINETE. A RESPONSABILIDADE 
AUMENTOU MAS ESTOU ME SENTINDO MUITO BEM LÁ. 
NA FACUL TUDO A MIL, ESTOU COM A CORDA TODA, E ESTOU AMANDO, ACHO QUE NÃO ESCOLHI PROFISSÃO MELHOR PRA SEGUIR.
ENFIM, ESTOU FELIZ, LEVANDO MEU TRATAMENTO CONTRA A DEPRESSÃO ADIANTE... COMO DISSE, MUITAS COISAS ACONTECERAM E QUERO CONTAR TIM TIM POR TIM TIM.
BOM AMIGAS, POR HOJE É ISSO, VOU DEIXAR COM VOCÊS AS FOTOS DO NIVER DO GABRIEL OK.
BJUS A TODAS




domingo, 25 de março de 2012

PRIMEIRA IDA AO PSICOLOGO

Essa semana fui a minha primeira sessão com a psicologa, parece curioso, mas sempre soube que em algum momento da minha vida, precisaria disso. Minha psiquiatra indicou devido as crises de pânico, disse a ela que quando tenho essas crises, chamo pela minha mãe. Ela me disse que eu tenho alguma carência e que a gente precisa descobrir da onde vem. (como se eu não soubesse da onde vem).
Pra ser sincera achei uma grande besteira, eu já sei quais são meus problemas, quer dizer da onde ele vem, mas por curiosidade resolvi ir, pra ver como é.
Quando entramos na sala, sentei em um sofá. Ela me perguntou se estava lá por livre e espontânea vontade e o que estava acontecendo pra que fosse indicado a terapia. Eu respondi. ela me perguntou como foi minha infância, eu respondi. Não vou entrar em detalhes porque é pessoal de mais e com certeza se algumas pessoas da minha família lessem ficariam bem tristes. Principalmente meu pai e minha mãe.
Depois de quase quarenta minutos de conversa, ela começou a falar aquelas baboseiras de auto-ajuda. Saí de lá pensando, "que perda de tempo", mas sabe, cheguei em casa e comecei a pensar em tudo que ela me disse. Uma das coisas era de que eu estava no caminho certo, escolhi meu marido a dedo, por esforço meu consegui meu emprego, meu filho nasceu saudável, consegui finalmente entrar na faculdade, tenho uma casa confortável, enfim, foram escolhas minhas, e que eu tenho que lidar como um prazer da vida e não como obrigação. E que apesar que nada foi no tempo em que queria que fosse elas estão acontecendo. Tenho refletido muito sobre isso. Nunca imaginei que seria tão bom, tô até colocando em prática. VEJA AS COISAS COM PRAZER E NÃO COMO OBRIGAÇÃO.


E por hoje é isso gente. Bjus

domingo, 18 de março de 2012

estou de volta

Oi meninas.


Sei que estou sumida, mas a vida ta muito corrida, graças a Deus. Muitas coisas aconteceram nesse tempo em que não apareci aqui. Como vcs sabem Gabriel começou na creche, depois disso eu e meu marido viviamos no pronto-socorro, segundo o pediatra, a partir de agora ele ta criando sua propria imunidade, e que isso é comum.
A faculdade anda a mil, estou muito feliz e empenhada, semana que vem já tenho a primeira prova.
Mês que vem o Gabriel completa 1 ano. Meu Deus, 1 ano, mas parece que foi ontem que comecei esse blog e ele ainda vivia dentro da minha barriga. O tema vai ser da Galinha Pintadinha, já aluguei os enfeites e comprei várias coisas, quero tudo muito lindo.
Dia 6 de março completei 2 anos de casada, bodas de algodão, quero deixar o registro aqui, amor te amo muito!!!
Bom hoje me limito a isso, mas olha, não sumi da blogosfera não, e please, não esqueçam de mim. Bjussss

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Otite media

Ontem quando estava voltando do almoço para trabalhar, fui surpreendida com uma ligação da creche do meu filho, dizendo que ele se encontrava com febre e chorava bastante. Fiquei muito preocupada, pois na semana passada levamos ele três vezes ao pronto socorro e nada foi diagnosticado. Não quis nem saber, liguei no consultorio do pediatra dele e disse que estava indo lá com o Gabriel, eles me falaram que não tinha jeito pois a agenda estava cheia, mas fui mesmo assim e disse que esperaria o tempo que fosse preciso. Não foi preciso esperar mto, entramos com o Gabriel ainda em estado febril e o dr diagnosticou: Otite média.
Lembrando que essa foi a segunda em 10 meses. Meu irmão sofria muito com isso e minha mãe também, vendo que pode ser de família (é incrivel, tudo de ruim da minha parte passou pra ele), vou redobrar os cuidados.


Pensando nisso tudo resolvi escrever um pouco sobre a otite, já que muitas mães de primeira viagem, assim como eu, muitas das vezes podem se enganar (eu me enganei pela segunda vez).


Essa semana, quando chegou a noite, Gabriel começou a chorar sem parar, ele nunca foi de fazer isso, ele se contorcia, então pensei que talvez fosse cólica, ele começou na creche e por isso acreditei que seu organismo estivesse estranhando a comida. Na verdade, quando eu deitava ele no meu colo, precionava o ouvido direito (que é o que está inflamado), e ele se acalmava. Quando eu mudava ele de posição, ou o colocava no berço ele chorava. Da primeira vez que ele teve otite, eu deitei o lado afetado dele precionando no travesseiro, assim a dor diminuía, bom também seria fazer uma compressa quente. Você passa um paninho, deixa ele bem quentinho e coloca sobre o ouvido afetado.



A causa da otite média  é uma infecção por bactérias e vírus que provoca inflamação e/ou obstruções que se não for tratada pode levar à perda total da audição. Costuma ocorrer durante ou logo após gripes, resfriados, infecções na garganta ou respiratórias. É um tipo de otite comum em crianças, mas pode ocorrer em pessoas de qualquer idade.
Os principais sintomas são: dor muito forte, diminuição da audição, febre, falta de apetite, secreção local. Nos casos mais graves, pode ocorrer a ruptura da membrana do tímpano e ser eliminada uma secreção purulenta misturada com sangue.
O diagnóstico se baseia no levantamento dos sintomas e no exame do ouvido com aparelhos específicos como o otoscópio e o microscópio.
O tratamento requer o uso de antibióticos e analgésicos. Em dois ou três dias, a febre desaparece, mas a audição pode leva mais tempo para voltar ao normal. Se a perda auditiva não regredir, pode ser sinal de secreção retida atrás da orelha média, que será retirada cirurgicamente através de uma pequena incisão no tímpano.
Recomendações
* Procure atendimento médico sempre que você ou seu filho/a tiver dor de ouvido para prevenir complicações mais sérias;
* Não se automedique nem siga sugestões de conhecidos para aliviar a dor de ouvido;
* Proteja o ouvido contra a entrada de água; (eu e meu marido a partir de agora iremos colocar algodão no ouvido dele na hora do banho, assim evitaremos a entrada de agua, que querendo ou não, sempre entra um pouquinho)
* Evite o uso de cotonetes que podem retirar a cera protetora do ouvido ou machucá-lo;
* Limpe, com freqüência, as secreções nasais provocadas por gripes e resfriados, para evitar que o catarro se acumule no nariz e na garganta. Essa recomendação vale especialmente para em bebês e crianças pequenas; (foi o caso do Gabriel, essas secreções nasais que fizeram aparecer a otite)
* Não amamente seu bebê deitado. Essa posição favorece a entrada de líquidos em sua tuba auditiva; (Essa é das antigas, minha mãe já dizia, alguns médicos dizem que não, outros dizem que sim, levando em conta que quem trouxe essas intruções foi o DR Drauzio Varella, conhecido médico, então prefiro prevenir do que remediar).
* Vacine seu filho contra a gripe.

Mamães, quando achar que seu filho está diferente e você desconfie que seja otite, e mesmo assim os médicos não constatarem nada, insistam, pois geralmente ela começa se manifestar uns 3 dias depois.
Ahhhhh, gente, mudando completamente de assunto minha facul começou ontem. Estou muito animada, serão longos 4 anos de estudo, e ainda depois de formar Bacharel terei que passar por uma prova pra poder cadastrar no CRC. Quero me dedicar muito. Vocês nem imaginam o tamanho da minha felicidade, pois é uma realização de um sonho que esperei 8 anos para se realizar. Parece bobagem, mas fiquei até emocionada. Pra algumas pessoas as coisas são mais fáceis do que para outros, mas talvez de mais valor agora no que se tivesse entrada com 18 anos ne?
Bjus

domingo, 26 de fevereiro de 2012

O quase...

Oi meninas,

Faz um tempinho que não apareço aqui, mas essa semana vamos colocar net de novo em casa e postarei com mais frequência. Saudades de vocês!!!
Bom, vamos as novidades. Gabriel ficou doente logo que começou a ir na creche, dizem que é assim mesmo... Dizem que é bom que cria imunidade.... Está quase engatinhando, falta muito pouco. Ontem ele completou 10 meses, está quase chegando ao seu 1º aninho de vida. Eu e meu marido decidimos fazer uma festinha... Vou começar a pensar no tema, nas coisinhas. Quero uma coisa simples mas legal. Pensei numa coisa que ele gosta muito, A Galinha Pintadinha, é um tema mega comum e manjado mas é a unica coisa que sei que meu filho realmente gosta. Meu filho cada dia que passa está mais lindo e feliz, acho que ele reflete a mamãe, ando muito bem e feliz, graças a Deus a depressão está indo embora...
Comecei a me mexer, essa semana começo aula de teclado e a facul começa. muito animada pras coisas.


Em breve estarei aqui com mais frequencia... Bjus a todas

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

PAPO EM DIA

OI AMIGAS...


TÁ. EU SEI QUE ANDO MEIO SUMIDA DAKI, MAS TO SEM NET EM KSA, MAS EM BREVE IREMOS COLOCAR DE NOVO...
MTAS NOVIDADES PRA CONTAR, MTAS COISAS ACONTECERAM NESSE PEQUENO PERIODO EM QUE FIQUEI LONGE DAKI.
COMO HAVIA DITO, GABRIEL NA SEGUNDA (QUE PASSOU), COMEÇOU NA CRECHE. A PRIMEIRA SEMANA COMO É DE ADAPTAÇÃO AS CRIANÇAS FICAM MEIO PERIODO ATÉ A PROFESSORA DIZER SE O BEBE ESTÁ PRONTO PRA FICAR O DIA TODO. ACREDITEM GABRIEL FICOU TÃO BEM QUE NO SEGUNDO DIA JÁ PODE FICAR O DIA INTEIRO. ISSO  É ÓTIMO. O RUIM É QUE ELE FOI SOMENTE DOIS DIAS DA SEMANA, AS OUTRAS TRES ELE FICOU DOENTE. SIM. VIROSE, POR DUAS NOITES SEGUIDAS CORREMOS COM ELE PRO PRONTO SOCORRO. O QUE MAIS ME IRRITA NISSO TUDO SÃO OS MÉDICOS. MEU DEUS OS MÉDICOS DAKI SÃO RUINS DEMAIS (TIRANDO ALGUMAS EXCEÇÕES), AQUI ELES ACHAM QUE SÃO OS REIS E ESTÃO ACIMA DE TUDO. AH DISCUTI COM UM MÉDICO QUARTA FEIRA. E O PIOR É QUE É PARTICULAR... BANDO DE AÇOUGUEIROS!!! #DESBAFO#


COMECEI NO SETOR NOVO, TO AMANDO O TRABALHO. A DEPRESSÃO ESTÁ MELHORANDO, DE VEZ EM QUANDO TENHO UMAS CRISE DE PANICO. NÃO É FÁCIL, MAS AQUELA TRISTEZA QUE ANDAVA SENTINDO NÃO SINTO MAIS.
SEMANA QUE VEM COMEÇA MINHA AULA NA FACUL, QUEM SABE ISSO ME DEIXA MAIS ANIMADA NE!


AMIGAS, EMBORA ESTEJA SUMIDA, NÃO DEIXEM DE COMENTAR POIS SEMPRE ENTRO PRA VER OS COMENTÁRIOS OK? BJUS PRA VCS!!!

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

O maior susto

Amigas de Deus, Acho que cair da cama é pequeno perto do susto que eu e meu marido tivemos semana passada. Todo mundo dizia que todo Gabriel era terrível, e o nosso não poderia deixar de lado a tradição do nome. E já começou a assustar os papais. Acreditem, ele caiu do segundo para o primeiro andar com o andador. E graças a Deus saiu ileso. Em questão de segundos minha sogra deixou a porta da sala de casa aberta e ele no andador correu e desceu escada abaixo. Meu marido levou ele pro pronto socorro, tiraram Raio X, e graças a Deus não aconteceu nada. O anjinho dele é forte.
Acho que essa é dessas histórias pra ser lembrada pro resto da vida neh?

Por hoje é isso, bjus a todas!!!

domingo, 12 de fevereiro de 2012

De volta ao começo...

Oi minhas amigas...


Tenho ótimas notícias pra vocês, finalmente consegui mudar meu setor de trabalho. Ai meninas, finalmente consegui me livrar de toda aquela coisa ruim que estava me fazendo tanto mal. Eu trabalhava na Secretaria de finanças, no setor de iptu, agora eu estou trabalhando diretamente com o secretario de Finanças, que me convidou a trabalhar com ele, e teve muita consideração comigo. Estou muito feliz, trabalho agora no último andar do prédio, longe de toda aquela muvuca lá de baixo.Sinto como se tivesse nos meus primeiros dias de trabalho. Estou muito satisfeita.
Outra noticia é a que amanhã o Gabriel começa na creche. Ufa, consegui uma vaga. Primeiro eu e meu marido fomos lá conhecer o lugar. Tudo muito fofo, conhecemos tudo, até a cozinha, onde armazenam a comida, tudo muito limpo e bem feito. As salas pintadinhas, berços novos. Tudo perfeito. Amanhã ele começa, vai ficar meio período, pra adaptação. Estou bem segura da minha decisão, vai ser mto bom pra ele interagir com outras crianças.
Por hoje é isso amigas.
Adoro vocês... Bjus

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Oi meu povo...

Segunda fomos em mais uma consulta com o pediatra, a última mensal, agora ele só volta quando estiver com 1 ano. Vou sentir falta dessas consultas, tio Paulinho é muito legal.
Gabriel chegou aos 12,700 kg e 76 cm de altura. Já come quase tudo, menos frituras e doces. Ainda não adoço sua mamadeira, mas já coloco um pouco de açucar no chá e no suco. Já come quase todos os tipos de frutas e legumes, até mesmo jiló.
Gabriel, agora com 9 meses e meio, não se contenta em ficar somente no berço brincando, ou assistindo Galinha Pintadinha, ou no chão brincando. ou no andador. Gabriel não se contenta com nada, parece que nada está bom. Eu questionei isso com o pediatra dele, ele me disse que isso é normal´já que ele é uma criança bem desenvolvida e quer fazer outras coisas, como andar por exemplo. Massssssss, tudo bem, ainda bem que tudo passa!!!
Pelo menos uma coisa boa eu e meu marido conseguimos estabelecer, a hora de dormir. Gabriel já tem uma rotina certa, que é seguida todos os dias e aceita por ele. Ainda bem.
Como a muito tempo não coloco fotinha dele aqui, ai vai dele com pijama, de banho tomado, pronto pra dormir...

Bjus a todas!!!


quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Na primeira consulta que fui com a psiquiatra ela me fez uma série de perguntas, uma delas foi se eu havia  me tornado muito consumista, gastando além da conta, comprado mais do que o necessário. Bom, eu fui sincera, disse que assim eu sempre fui.
Gente eu amo comprar roupas e sapatos. As vezes pego essas promoções de fim de estoque e peço pro vendedor descer tudo que tem no meu número. Eles sempre perguntam:

-Alguma preferência?
Eu respondo.
-Sim, tudo que tiver do meu número.


Eles ficam P da vida.

As vezes eu saio da loja com 4, 5 e até 6 caixas de sapatos...

Hoje por exemplo, eu comprei exatamente 6 vestidos... rsrsrs

Ontem meu marido me disse assim:

-Nossa amor, até q vc parou de gastar muito ne?!
Eu respondi
-É mesmo amorsinho...


kkkkkkkkkkk, mal sabe ele.

Mas ow gente, eu pago viu!!! não compro e dou calote não viu!!!
Mesmo porque se eu fizer isso depois não posso comprar mais ne!!!

Nem sei quantos pares de sapatos eu tenho, mas sei quantos meu marido tem. 3.
Um par de chinelo, um par de tênis e um sapato social. E pra ele já ta bom.  Eu não consigo.


E vcs, como são?

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Tcham tcham tcham, eis meu primeiro selinho

           Amigas, muito feliz, ganhei meu primeiro selinho... A Heloisa do blog Luiz Renan- Anjo da minha vida , nos presenteou com este selinho. Amei, amei, amei amiga!!!



Regrinha: Indicar 5 amiguxos para receber o selinho.


Vamos lá aos indicados:


Cintia - Emoções que eu vivi
E o 5º elemento fico devendo...

Bjus a todas!!!

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

A luta contra a depressão...

Quinta feira, fui em mais uma consulta com minha médica (Psiquiatra), ela me perguntou como estava e eu disse que havia piorado. Serio, tinha dias que eu sentia um desespero tão grande, uma crise de pânico... Só mesmo quem já teve pra saber do que estou falando. A questão é que ela dobrou a dose do meu remédio. Tbm pediu a minha mudança de departamento de trabalho. Cheguei a conclusão de que eu posso tomar o remedio que for, se continuar tblhando naquele inferno nada vai mudar.  Ela me deu 6 dias de atestado. Tô um pouco melhor, pelo menos quando vem aquele baixo astral, já tenho força pra lutar contra. Também tenho muita fé em Deus, sei que ele vai me ajudar. Agora estou aqui, na casa da minha mãe - nada como a casa da mãe-. Logo começa minhas aulas na facul, acredito que isso vai me deixar um pouco mais animada. 

Bom, por hoje é issogente, bjus a todas!!!

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Vai uma baratinha no espeto ai?

Um dia desses e no trabalho resolvi entrar na net para ver as noticias do dia, como sempre faço, quando me deparo com o seguinte titulo: "Mãe fica indignada com creche após avó achar neta com rato na boca"
Na hora eu já cliquei na noticia pra ver em que lugar do Brasil isso teria acontecido. Mas para minha surpresa, isso não teria acontecido no Brasil e sim nos States, no "país de primeiro mundo", no estado de Nova Jersey. Se não fosse tão trágico seria cômico.
Imagina, vc chega na creche pra buscar seu filho e vê ele se alimentando tão bem com "TROLÍ" ou 'tchorró", é esse o nome de um dos pratos de Moçambique que é = a rato.
Kkkkkkkkkkk, o que eu posso dizer disso além de ser irônica? Ainda bem que não foi aqui no Brasil?
Bom, daqui a pouco poderemos ver eles incluindo a exótica comida da China, que tal Cigarra, cavalo marinho, cobra e grilinhos no espeto? Mas será que dava pra dar uma fervidinha antes?


Bjus a todas!!!

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

A rainha dos furos...

Hoje eu tava pensando em como eu sou a rainha das mancadas. Sabe aquela de  vc encontrar com uma amiga que ta mais cheinha e perguntar com quantos meses ela ta? Então, acreditem já fiz isso... E mais um pouco. Essas coisas são tão constrangedoras na hora, mas depois se tornam fatos engraçados. Olha, e eu sou mestre pra dar fora.

Eu trabalho na parte de IPTU na minha cidade, então lido muito com nomes.

_ Boa tarde, será que vc poderia dar uma olhada no meu IPTU?
_Posso sim, qual é o nome?
_Iskandar.
_Como?
_Iskandar.
_É nome de empresa?
_NÃO. É MEU NOME MESMO!


Hiiiiiii. Acontece ne? Sim uma vez ou outra.

Uma certa vez foi um rapaz que morava perto da minha casa quando a gente era criança, apareceu lá onde eu trabalho com uma senhora do lado.

_Oi, tudo bem?
_Tudo.
_Nossa, quanto tempo. Essa ai é a sua mãe?
_NÃO. É MINHA ESPOSA. (Ele ficou branquinho)
A senhora olhou pra mim com ódio.
_Ah, pensei que fosse sua mãe. Faz tempo que não vejo ela!


Não satisfeita ainda repeti que pensei que era a mãe dele. Tem horas que é melhor ficar quieto ne.

Uma vez encontrei uma amiga minha que tinha ganhado neném. Ela tava beeeeeeeeem gordinha.

_Nossa, vc ta grávida? (aih, eu lembrei que ela tinha ganhado a pouco tempo, tentei consertar)... Ou ta gorda mesmo?

Aff, eu sei, vcs devem estar pensando, mas que maldosa. Juro que não. Sou só sem noção mesmo!

Agora vem a melhor.
Quando eu tinha 15 anos, meu irmãozinho tinha alguns meses ainda de vida. Eu estudava a noite e ia pra escola de vam. Já tava arrumada pra ir a escola quando deu aquela dor de cabeça. Resolvi procurar na caixa de remédio se tinha alguma coisa pra dor de cabeça. Ai vi lá, NOVALGINA SUPOSITÓRIO. Bom, novalgina é pra dor ne. Resolvi tomar. Abri e vi aquele negocio gosmento, estranho (minha mãe não tava em casa), fiquei com receio de tomar. Resolvi levar pra tomar na escola. Como a dor não tinha passado, resolvi tomar lá na sala de aula mesmo.

_Ai Débora, to morrendo de dor de cabeça. Acho que vou tomar o remédio a seco mesmo, a professora não vai deixar eu sair da sala.

(Abri o remédio ? NOVALGINA SUPOSITORIO)

_Olha Débora que remédio estranho, é novalgina supositório, gosmento ne?
_Você vai toma isso?
_Ué, eu vou, novalgina é pra dor!
(Pro meu azar ela tbm tinha irmã bebê)
_... (ela ficou olhando pra minha cara perplexa) Natália isso é novalgina supositório!
_Eu sei.
_Menina, isso não é pra tomar.
_É pra que então?

Ai ela me explicou... E eu entendi!!! Ainda bem que não tomei ne?!



Tudo isso são fatos veridicos viu gente...

Ai, ai... So rindo mesmo!!!



Bjus a todas!!!